PLUTÃO PODE VOLTAR A SER PLANETA

Rebaixado em 2006 à condição de “planeta anão” , Plutão pode retomar o seu antigo status. O debate resssurgiu oito anos depois no    Centro Harvard-Smithsonian de Astrofísica (CfA), nos Estados Unidos. O diretor da Iniciativa Origens da Vida de Harvard, Dimitar Sasselov, afirmma que um planeta pode ser definido como “a massa menor esférica da matéria que se forma ao redor das estrelas ou restos estelares”. Tal concepção enquadra o planeta Plutão e poderia novamente garantir seu  lugar no planetário Nasa/ESA

Plutão foi rebaixado em 2006, quando mais de 2.500 especialistas de 75 países se reuniram em Praga, na União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês) e mudaram a definição universal do que seria considerado um planeta.
A retomada do debate acontece a menos de um ano para que aconteça, em Honolulu (Havaí, EUA), a Assembleia Geral da União Astronômica Internacional (IAU).
Na realidade, desde seu descobrimento, em 1930, pelo americano Clyde Tombaugh, Plutão foi objeto de disputas, sobretudo devido a seu tamanho, muito menor que o da Terra, e inclusive que o da Lua.

CompartilheShare on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Email this to someoneShare on TumblrShare on LinkedIn